6 Dicas Para Uma Boa Carta de Apresentação

Veja aqui dicas de como escrever uma boa carta de apresentação e consiga a sua próxima oportunidade.

Na era do LinkedIn, a carta de apresentação não passou de moda e é requisito obrigatório para quem se candidata a um emprego. E se bem redigido, este documento de uma página que acompanha o seu currículo ou perfil de LinkedIn explicando o que faz de si o candidato certo para a função, pode fazer toda a diferença na conquista de um emprego.

1. Não às cartas pré-formatadas

Cada candidatura é única. Cada carta de apresentação também. Elabore o documento adequando-o à cultura da empresa a que se candidata.

2. Mais do que um resumo do currículo

A carta de apresentação não é um resumo do CV, embora possa dele conter referências. Encare-a como uma carta de propósitos em que apresenta as suas ambições e conquistas de carreira.

3. Relacione a sua experiência com a função

Relacionar as suas competências e experiência com a função a que se está a candidatar e os propósitos de vida e carreira e com os requisitos elencados no anúncio de emprego, é fundamental.

4. Use palavras-chave

Uma forma eficaz de adaptar a sua carta de apresentação à vaga disponível é utilizar na carta as mesmas palavras-chave que constam na oferta de emprego, sobretudo as que lhe pareçam vitais para a função, articulando-as sempre com as suas competências.

5. Explique como pode acrescentar valor

Oriente a sua carta para demonstrar ao recrutador, com exemplos práticos, de que forma pode acrescentar valor à empresa. Elenque as principais conquistas alcançadas em funções anteriores, como o lançamento de novos produtos, implementação de estratégias e outras.

6. Procure exemplos

Inspire-se noutras outras cartas de apresentação e não esqueça de rever a sua carta várias vezes. Erros ortográficos não são permitidos.

Artigo em expressoemprego.pt.

Geral